Bllu — Seguro Auto Mensal é aposta para combater proteção veicular

01.03.2021 - Fonte: CQCS

seguro-auto-porto-assinatura-corretor

Nesta sexta-feira (26), estreou o novo programa do CQCS no Clubhouse, o “CQCS Notícia em Debate”, que discute a notícia mais visitada da semana no CQCS. A publicação mais acessada foi: “Exclusivo: Porto Seguro lança produto para automóvel por assinatura”. O bate-papo contou com a presença de Rivaldo Leite, Vice-Presidente Comercial e Marketing da Porto Seguro, Gilmar Pires, Diretor Executivo da Azul Seguros, mediação de Gustavo Doria Filho, fundador do CQCS, e cerca de 45 profissionais do mercado de seguros.

No bate-papo, Rivaldo revelou que o lançamento do Bllu foi uma resposta a realidade das associações de proteção veicular dominando parte do mercado de automóveis com mais de 10 anos de uso. “O corretor não estava inserido neste nicho e nós, como uma companhia líder de mercado, tínhamos que buscar uma alternativa ”, afirmou. Para o vice-presidente, a ideia da criação deste produto nasceu desta necessidade de atender ao segmento de mercado de seguro de auto para as classes C, D e E.

Com base em pesquisas e estudos entre os Corretores, o Bllu foi lançado no Rio de Janeiro e Minas Gerais. De acordo com Rivaldo, Minas é considerada o ‘berço’ das associações de proteção veicular, e os Corretores elogiaram a iniciativa da companhia. “Para alguns corretores regionalmente este produto é essencial. Vai agradar vários públicos. Não todos, mas uma boa parcela”, comentou o vice-presidente.

Rivaldo adicionou que, se o Corretor quer algo diferente tem que ir para o tradicional. “Se você começa a incluir várias coisas nesse produto, ele vira o tradicional, e perde sua essência”, afirmou. Além disso, o vice-presidente revelou que o desafio da companhia é dobrar quantidade de clientes nos próximos cinco anos, trazendo novos produtos, e o Bllu é o primeiro passo. “Com certeza virão outros produtos vão nascer no formado de assinatura”, acrescentou.

Gilmar Pires, que também participou do debate, revelou que todos na companhia estão muito felizes com este projeto emitido e operado pela Azul Seguros, empresa do grupo Porto Seguro. Segundo o diretor, há dois anos, quando ele visitou Minas Gerais, os Corretores o alertaram que precisavam de ajuda para combater as associações. “Aquilo me marcou muito. Durante a pandemia trabalhamos bastante para poder agora começar um novo aprendizado. Essa historia é o Bllu”, contou.

Além disso, Gilmar contou sobre a possibilidade do Bllu se expandir pelo Brasil. “Nós estamos fazendo o piloto no RJ e MG, para testar, aprender, para poder entregar. Numa segunda onda, vamos ampliar. Estimamos que no segundo semestre, vamos conseguir ampliar para todo estado”, contou.

Participaram ajudando com as perguntas os Vice-Presidentes da Fenacor Erico Mello e Carlos Vale.

Notícias Relacionadas