CQCS Mulher entrevista Thereza Moreno, da Prudential

13.01.2021 - Fonte: Seguro Gaúcho

Design sem nome (3)

Criado em 2020 para destacar o protagonismo feminino no mercado segurador, o CQCS Mulher realizou sua primeira edição de 2021 no final da tarde de terça-feira, 12 de janeiro, no canal da TV CQCS, no YouTube.

A primeira entrevistada do ano foi com a vice-presidente de finanças e CFO da Prudential do Brasil, Thereza Moreno, que falou sobre sua trajetória, relembrando desafios e experiências. A atividade virtual teve a mediação da conselheira do Instituto pela Diversidade e Inclusão no Setor de Seguros (Idis) e advogada, Ana Paula Almeida Santos.

Já na abertura do bate-papo virtual, Ana Paula enfatizou que devido a sua trajetória no segmento, Thereza Moreno é uma profissional que deve servir de exemplo para os mais jovens. Graduada em Ciências Atuariais, Thereza relembrou seu ingresso na área atuarial do setor de seguros, quando estagiou na SUSEP e na Petros, que administra os fundos de pensão da Petrobrás. Seu primeiro emprego no setor de seguros foi numa empresa de consultoria atuarial, onde permaneceu por 10 anos. “O seguro apresenta um cunho social que despertou meu interesse. Como exemplo, cito o mutualismo”.

O desejo por novas realizações e desafios profissionais impulsionaram Thereza a ingressar na Prudential do Brasil. “Na seguradora iniciei como gerente atuarial. Lá tive a possibilidade de evoluir bastante e consegui atuar em diversas áreas como sinistro, riscos, produtos e remuneração de corretores. Em todos os setores por onde passei pude adquirir muito conhecimento e aumentar minha experiência e isso foi muito atrativo, tanto que estou nessa companhia há 19 anos”.

Com quase três décadas no segmento, Thereza disse que teve vários mentores que serviram de inspiração e auxílio na condução de sua carreira. Quando indagada pela mediadora sobre quais foram os grandes desafios enfrentados ao longo de sua trajetória corporativa, Thereza respondeu que foi o objetivo de ir além das questões técnicas e conseguir equilibrar a vida profissional com a pessoal.

“A medida que almejei ampliar meus conhecimentos em outras áreas, tive que me qualificar com novas formações e isso me ajudou a galgar novos saberes. Entretanto, isso tomou parte de meu tempo, pois tive que conciliar o lado materno com as atribuições de mulher e de uma profissional num cargo executivo. E solução para esse dilema foi o autoconhecimento, já que é preciso conhecer os próprios limites e as aspirações”, destacou a vice-presidente de finanças da Prudential do Brasil.

Ao falar a respeito de aspectos relativos ao empoderamento da mulher no mundo corporativo, a executiva relembrou que ainda não é grande o número de mulheres que ocupam posições de destaque no mercado segurador. Ela considera que a mulher exerce sua liderança profissional de forma bem significativa. “Enfrentei preconceitos e tentei levar para minha vida o lado positivo.Diferentes formas de trabalhar e liderar são a chave para ter um resultado de sucesso”.

Após quase três décadas de trabalho no segmento, a executiva considera que o mundo corporativo deve investir em diversidade e não apenas em treinamento ou debate. “É necessário que sejam promovidas ações afirmativas como no processo seletivo, estamos colocando barreiras que impedem uma camada da população de concorrer? Licença paternidade/licença maternidade. Mundo corporativo mais proporcional com oportunidade para todos”.

Ainda sobre diversidade, Thereza relatou que na Prudential existe um grupo que aborda a diversidade e debate assuntos relativos ao tema promovendo palestras, treinamentos. “Fizemos levantamento de quantos negros estão na empresa, temos muito a avançar, como aumentarmos a licença paternidade, por exemplo. Essas iniciativas são importantes para a criação de um ambiente igualitário. No aspecto racial temos nossos objetivos de ter balanceamento para abrir espaço para todos, sem barreira”.

A convidada encerrou sua participação na live com uma mensagem de otimismo e encorajamento: “não permitam que ninguém diga que você não pode, invistam em conhecimento e persigam seus sonhos”.

Notícias Relacionadas