Maria Izabel: vivendo diariamente a maternidade e a advocacia

04.05.2021 - Fonte: Seguro Gaúcho

Maria Izabel_

Mãe! Uma palavra pequena, mas que carrega em si uma grandeza de significado e importância que ganha ainda mais destaque quando o Dia das Mães se aproxima. Para homenagear as protagonistas desta data especial, o Seguro Gaúcho apresentará o perfil de mulheres que atuam no mercado segurador e são mães.

Confira abaixo um pouco da história da advogada Maria Izabel Indrusiak Pereira, mãe do Leonardo e do Felipe. Sócia do escritório C.Josias & Ferrer Advogados Associados, ela divide seu dia entre as atribuições profissionais e o papel materno.

É preciso pró-atividade e dinamicidade para encontrar o ponto de equilíbrio entre o trabalho, o tempo dedicado aos filhos e a melhor maneira de equacionar as tarefas de quem também atua como dona de casa, além de ser esposa e filha. É dessa forma que funciona a rotina dinâmica de Maria Izabel.

No âmbito profissional a atividade desenvolvida pela advogada é a de Sócia Gerente do Jurídico Contencioso do C.Josias & Ferrer. Ela conduz a carteira de grandes riscos, ações de valores elevados e de maior complexidade e atua também na consultoria jurídica. “Faço as sustentações orais perante os Tribunais nos casos que necessitam de uma atuação mais precisa e enfática nos julgamentos. Também trabalho em ações, consultorias, mapeamento de carteiras de clientes e análise de produtos envolvendo seguro agrícola”, explica.

Graduada em Direito, com Pós-Graduação em Direito Processual Civil e MBA em Gestão Jurídica de Seguro e Resseguro, a advogada já atuou como professora da Escola de Negócios e Seguros (ENS), onde ministrou aulas na disciplina de Legislação e Organização Profissional. Ela integra a Associação Internacional do Direito do Seguro (AIDA), bem como faz parte do Clube da Pedrinha do RS.

Entretanto, Maria Izabel sempre tenta buscar o ponto de equilibro. Isso fica muito nítido quando ela encerra mais um dia de sua jornada de trabalho. Ao chegar em casa, dedica todo seu tempo para a convivência em família, principalmente com os filhos: “quando estou em casa o tempo livre é para conversar, brincar, ver televisão e fazer um carinho. Na hora das refeições faço questão que todos estejam sentados à mesa”. Felipe tem 12 anos e o pequeno Leonardo, apenas um ano e oito meses.

Para Maria Izabel, a experiência adquirida com a maternidade possibilitou a ela aprendizados valiosos que podem ser aplicados no ambiente profissional, como mudança de valores, objetivos e um senso de responsabilidade mais aguçado. “A percepção sobre a vida muda muito, e eu creio que para melhor, pois você amadurece como ser humano. Depois que me tornei mãe sempre quero fazer o certo na pretensão de ser o exemplo e a inspiração para meus filhos. Pequenas coisas que antes me incomodavam atualmente ficaram em segundo plano”, argumenta a advogada.

Na avaliação de Maria Izabel a maternidade consiste no exercício de um amor gigante e incondicional, ao mesmo tempo em que serve para ensinar valores aos filhos: “acho muito importante educar os filhos para que eles tenham responsabilidade. Ser mãe equivale a uma montanha russa de emoções, pois vivemos momentos de exaustão, carinho e afeto. É uma loucura no melhor dos sentidos”.

Notícias Relacionadas