Operadora de seguros que passava informações a empresas concorrentes pode ser despedida por justa causa

23.07.2021 - Fonte: C. Josias & Ferrer Advogados Associados

cadeado - site - sbotas

Foi noticiado através do site do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS), que a 2ª Turma do TRT da 4ª Região manteve a sentença do juiz Gustavo Jaques da 12ª Vara do Trabalho de Porto Alegre-RS, que trouxe a despedida por justa causa de uma operadora de seguros que transferia dados de clientes e manipulava suas cotações em benefício de uma empresa concorrente.

A empregada trabalhou nas duas empresas do ramo de seguros, planos de previdência complementar e saúde de 2008 a 2017, sendo que neste último ano foi realizada auditoria, na qual foram constatadas as improbidades realizadas pela empregada, através de documentos, áudios, ligações e e-mails. Com isso, foi relatado que ela utilizava a carteira dos clientes para repassar informações para uma nova empresa do ramo fundada por uma das antigas sócias, que se retirou do quadro societário das reclamadas. Segundo foi noticiado, a empregada manipulava as cotações de forma que fossem R$ 500,00 mais caras do que as oferecidas pela nova companhia, ocasionando na migração dos clientes.

Todas informações acima foram retiradas do site do TRT da 4ª Região, e pode ser conferida neste endereço.


Andreas Mantovani, advogado no C.Josias & Ferrer.

Notícias Relacionadas