Resgate histórico e reflexivo marca emocionante palestra de Altevir Prado

16.09.2020 - Fonte: Seguro Gaúcho

altevir-pradoo

Mesmo com a pandemia, que vem provocando há seis meses o distanciamento social, o Clube da Pedrinha segue firme com seu propósito de aproximar e integrar seus associados através de encontros virtuais. Tanto que as lives realizadas no perfil da entidade no Instagram já estão consolidadas. Na noite de segunda-feira (14) foi realizada mais uma atividade virtual.

O convidado especial foi o executivo regional sul da Bradesco Seguros e presidente do Sindicato das Seguradoras do Paraná e Mato Grosso do Sul (Sindseg PR/MS), Altevir Prado. “De volta pra casa: Uma reflexão em perspectiva histórica” constitui-se no tema do encontro.

Dentro do contexto vivido de pandemia, Prado iniciou sua participação perguntando a todos sobre qual é o medo de cada pessoa. Para responder a esse questionamento, o palestrante fez um resgate histórico enfocando a origem da vida. O executivo relembrou os temores iniciais da espécie humana, diante de sua fragilidade física e de uma natureza selvagem em que habitavam predadores.

Para ele essa realidade provocava o temor da morte e da falta de proventos para a subsistência. “Naquele momento nasceram os dois medos que acompanham até hoje toda a trajetória humana. Se formos analisar o atual conjuntura em que vivemos, os dois grandes temores são a morte diante da pandemia e a falta dos proventos necessários à vida por causa de uma possível crise econômica”.

O palestrante enfatizou que diante de tantas ameaças e de uma eminente possibilidade de extinção, o homem buscou proteção em abrigos fixos. “O refúgio em cavernas foi um momento decisivo para a humanidade devido ao aspecto de proteção. E esse espaço constitui-se no ambiente favorável para o surgimento da família.

A partir dos laços familiares as relações deixaram de ser apenas instintivas e tornaram-se afetivas, cuidadosas e amorosas. E dentro da caverna temos mais um ensinamento significativo que é a garantia da vida”, enfatizou o presidente do Sindseg PR/MS.

Na sequência, o palestrante relatou que ao longo da trajetória ocorreu um desenvolvimento fantástico, mas que o homem passou a produzir mais do que necessitava para sua existência, gerando excedentes. E que a busca desenfreada pelo excesso, que é a busca por controle e poder, levou a humanidade para a insanidade. “Considero insano construir belíssimas casas para não ficar nelas.

Esse é um processo de evolução ambíguo. Na verdade eu nunca desejei o conforto, eu busquei o excedente, pois ele é sinônimo de prestígio. E isso faz com que venhamos a entrar em um processo avarento, em que o ser humano deseje sempre mais excedentes”, enfatizou.

O executivo da Bradesco concluiu sua explanação com um questionamento que fez todos refletirem. “Não devemos colecionar coisas, devemos colecionar momentos. Que história você quer contar? Da perspectiva da felicidade e da essência humana ou da perspectiva das coisas adquiridas pelo excedente?”, questiona Altevir.

Ao final da live a presidente do Clube da Pedrinha, Suellen Farias, disse que ficou emocionada com o conteúdo profundamente emocional e reflexivo apresentado pelo palestrante.

Notícias Relacionadas